Blog

Tráfego pago vale mesmo a pena?


Tráfego pago vale mesmo a pena?

Está buscando formas de incrementar o tráfego de seu site, mas não tem certeza se o melhor é usar tráfego pago ou tráfego orgânico?

Então o post de hoje é para você.

Enquanto um número crescente de marcas está adotando a relação custo-benefício do marketing de conteúdo, é importante lembrar que mesmo as estratégias de marketing mais acessíveis requerem algum investimento financeiro. 

Se você está lutando para fazer com que o conteúdo criado seja visto por seu público-alvo, convém considerar a utilização de tráfego pago para melhorar a eficácia de suas campanhas de marketing de conteúdo.

Mineração de dados e comportamento do consumidor: como usar

Qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico?

O tráfego pago é a estratégia de investir em plataformas, como Google Ads, para atrair visitantes até um site ou landing page por meio de anúncios publicitários.

Tráfego pago é também conhecido como tráfego PPC (pay-per-click, ou pagamento por clique).

 O Google Ads e o Facebook são duas das plataformas mais populares usadas para gerar tráfego pago para sites, mas também existem muitas outras fontes de tráfego pago.

Já o tráfego orgânico é qualquer tráfego que chega ao seu site a partir de um mecanismo de pesquisa, mas não é pago. 

Qualquer tráfego orgânico será resultado de seus esforços de marketing de entrada e SEO.

Os resultados orgânicos aparecem abaixo dos anúncios pagos. Fazer com que seu site ou listagem apareça na primeira ou segunda posição de uma SERP (página de resultados de mecanismo de pesquisa) depende de quão otimizado seu site é para os mecanismos de pesquisa.

Quando se trata de pesquisa, decidir se dedicar recursos aos esforços de busca orgânica (SEO) ou aos esforços de busca paga (PPC) não é fácil. 

A resposta certa depende de uma variedade de fatores, incluindo o comportamento do seu público, o orçamento disponível e as metas de marketing da sua organização.

As vantagens do Marketing Digital

Tráfego pago: prós e contras

O tráfego pago pode ter um impacto extremamente positivo no seu site se for planejado e executado com cuidado. 

Um dos benefícios é escolher exatamente quanto você deseja gastar para melhor direcionar o tráfego pago para o seu site. 

Além disso, você pode definir um valor máximo diário que deseja gastar em certos tipos de publicidade. 

Você também pode usar a otimização de palavras-chave para direcionar o tráfego direcionado ao seu site com mais cuidado.

Só porque alguém clica em um link no topo do Google não significa necessariamente que ele vai gostar do seu produto ou serviço. 

Você está pagando para direcionar os consumidores ao seu site, mas eles não têm obrigação de comprar nada. 

Portanto, o tráfego pago não aumenta diretamente as vendas e as taxas de conversão. Sites mal projetados combinados com alto tráfego são prejudiciais. 

Se os navegadores deixarem sua página da web imediatamente após entrar, sua taxa de rejeição aumentará. 

Por outro lado, uma taxa de rejeição mais alta resulta em uma classificação do Google mais baixa e você ainda é cobrado pela visita à página.

Público-alvo: o que é e por que você deve saber quem é

Dicas para obter sucesso com tráfego pago

Está faltando tempo para gerenciar e executar as ações de Marketing Digital da sua empresa, incluindo a tomada de decisão pelo uso de tráfego pago ou orgânico?

Você acredita que melhorias podem ser feitas no conteúdo do seu site, mas não está conseguindo tirar do papel ou nem sabe por onde começar?

A BOOM Marketing Digital pode te ajudar com planejamento, SEO, Facebook Ads, Google AdWords, landing pages e gestão de redes sociais, entre outras soluções.

Entre em contato com nossa equipe e saiba mais!

Visite nosso blog e aprenda muito mais sobre Marketing Digital!

Fala pra gente! Como podemos ajudar a transformar o seu negócio?

Agendar uma conversa
1